George Ezra vê sua ex na plateia, em uma multidão de 80.000 pessoas:

Como isso aconteceu?

Imagine essa cena: você é um artista e foi contratado para tocar no palco Pyramid do famoso festival Glastonbury. O público presente é de exatamente 80.000 pessoas e mesmo assim, de alguma forma, você acaba vendo alguém na multidão que você não tinha ideia que estaria ali. Para George Ezra, isso foi realidade em 2015. E não foi qualquer conhecido que ele encontrou, foi sua ex namorada.

Conversando conosco em Hertfordshire, sua cidade natal, na bela área de Manor House que tem vista para o festival Standon Calling, George começa respondendo uma pergunta sobre o melhor momento de sua carreira até agora..

“É difícil escolher um melhor momento.” ele explica.

Nós demos algumas sugestões que pensamos que ele fosse escolher, incluindo seu primeiro single a atingir aposição das paradas no Reino Unido (“Shotgun“), abrir shows da turnê de Robert Plant, e seus dois álbuns número 1; contudo, ele escolheu outra coisa.

“Eu acho que provavelmente tocar no palco Pyramid do Glastonbury, porque para mim isso é a Copa do Mundo da música” ele diz. “Eu pensei em me aposentar depois disso, não dá para ficar melhor. Tudo fica abaixo, não importa o que aconteça.”

Mas a lembrança não acabou aí.

“Aquele ano foi simplesmente louco. E sabe qual foi a coisa mais doida?” ele pergunta. “Tinham 80.000 pessoas lá, naquele dia, e a única razão pela qual digo isso é para te dar um pouco de contexto. Eu não tinha nem cantado a primeira palavra da primeira música e vi minha ex-namorada na plateia.”

Uma parceria inusitada, George precisou voltar a si bem rápido.

“Eu tive que dizer a mim mesmo, ‘George, tem algo mais urgente aqui. Você precisa pensar nisso como a última das suas preocupações.’ E foi ótimo, o show foi brilhante. Mas foi tipo, como isso foi acontecer?”

“Eu acho que a encontrei depois porque ela estava trabalhando em um food truck com alguns amigos meus, eles estavam todos lá.”


A matéria acima foi produzida e postada no site JOE, em sua área de Música. Ela é datada de 30 de Julho de 2018 e foi escrita por Will Lavin, jornalista do site. Esta tradução foi feita apenas para o deleite e entendimento dos fãs brasileiros do George Ezra e não tem nenhum fim lucrativo. Por favor, se reutilizar esta tradução, fazê-la com os devidos créditos.

Entrevista Original: Clique aqui.


Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *